Facebook Uniodonto Santa Catarina    Instagram Uniodonto Santa Catarina

Notícias

Como a doença celíaca pode afetar a saúde dos dentes


28/02/2018

A doença celíaca é uma intolerância radical ao glúten, que pode se manifestar em crianças, adultos e idosos. Ela causa uma inflamação grave do intestino e leva à desnutrição por má absorção de nutrientes essenciais ao organismo, como carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas, sais minerais e água.

Você sabia que alguns sintomas da doença podem aparecer na boca? Os problemas mais frequentes estão relacionados com os tecidos duros (dentes), como bruxismo, amelogênese imperfeita (deposição deficiente e irregular dos cristais de esmalte), manchas por deficiência ou excesso de cálcio, fluorose dental, uso incorreto da tetraciclina, erosões, entre outras. Das que acometem os tecidos moles (bochecha, língua, lábio, palato) estão líquen plano, herpes e aftas.

Estudos internacionais apontam que 1% da população mundial é celíaca. A doença afeta em torno de 2 milhões de pessoas no Brasil, mas a maioria delas não sabem que tem a doença.

Alguns dos sintomas da doença são: diarreia, vômito, perda de peso, inchaço nas pernas, anemias, alterações na pele, fraqueza das unhas, queda de pelos, diminuição da fertilidade, alterações do ciclo menstrual e sinais de desnutrição.

Tratamento da doença

O principal tratamento é a dieta com total ausência de glúten – quando a proteína é excluída da alimentação, os sintomas desaparecem. A maior dificuldade para os pacientes é conviver com as restrições impostas pelos novos hábitos alimentares. A doença celíaca não tem cura, por isso, a dieta deve ser seguida rigorosamente pelo resto da vida. É importante que os celíacos fiquem atentos à possibilidade de desenvolver câncer de intestino e de ter problemas de infertilidade.

>> O glúten é uma proteína que está presente nos seguintes alimentos: trigo, aveia, centeio, cevada e malte.

Como a doença celíaca é diagnosticada?

Os exames de sangue são muito utilizados na detecção da doença celíaca. Os exames do anticorpo anti-transglutaminase tecidular (AAT) e do anticorpo anti-endomísio (AAE) são altamente precisos e confiáveis, mas insuficientes para um diagnóstico.

A doença celíaca deve ser confirmada encontrando-se certas mudanças nos vilos que revestem a parede do intestino delgado. Para ver essas mudanças, uma amostra de tecido do intestino delgado é colhida através de um procedimento chamado endoscopia com biópsia.

>> Desde maio de 2003 é obrigatório por Lei Federal que todos os alimentos industrializados informem em seus rótulos a presença ou não de glúten para resguardar o direito à saúde dos portadores de doença celíaca.

Quero saber mais sobre os planos odontológicos da Uniodonto, clique aqui.

Sedes em Blumenau e Criciúma- Escritórios em Joinville - Itajaí - Rio do Sul - Chapecó - Florianópolis

Copyright 2013 - Uniodonto SC - Rua Vitória, 123 - Bairro Centro - Blumenau - Santa Catarina - CEP: 89010-250 - Fone / Fax: (47) 3037-8000
Responsável Técnico Uniodonto Federação (CRO-SC-EPAO-630) - Dr. Marcos Adolf Prinz (CRO-SC 2387)
Responsável Técnico Uniodonto Administradora (CRO-SC-EPAO-327) Dr. Beato Ari Stingelin - (CRO-SC-558)